About Clementine

Here are my most recent posts

Tendências dos hotéis de luxo para 2016

Os tempos alteraram o conceito que se poderia ter de férias de luxo. Luxo já no é um hotel com mordomo, porteiro, bagageiro, caviar e pessoas altivas. Agora, quase qualquer pessoa (que poupe um pouco, claro) pode permitir-se fazer uma escapadela de 4 dias num hotel de 5 de estrelas em alguns dos melhores destinos de Espanha e, praticamente, da Europa. Os hotéis de luxo em Madrid, Barcelona, Berlim, Baleares ou Canárias mudaram de chip e a sua aposta é: todos deveriam poder oferecer a si mesmos um capricho de vez em quando e desfrutar de um espaço com comodidades e pormenores especiais, sem fazer disso um local sem alma só para elites.

Assim nasceram os novos hotéis de luxo em Tenerife, como o Grand Hotel Mencey, uma proposta da cadeia Iberostar Hotels & Resorts que recuperou um dos hotéis mais antigos de Espanha e abriu-o a um público de todas as idades, nacionalidades e níveis de poder aquisitivo. Sem perder a classe e a elegância de um local exclusivo de alto nível, cuidado, discreto e tranquilo, este hotel no centro de Santa Cruz democratizou as suas experiências, abrindo as suas portas para que todos, num determinado momento, possam desfrutar dos seus encantos: a sua espetacular área de wellness e spa, com muitos metros quadrados destinados ao bem-estar do corpo e mente; a sua zona de fitness; o seu bar lounge com terraço, onde, todos os dias ocorrem novos eventos abertos também ao público e aos residentes na cidade, como uma alternativa mais de lazer e descanso em Santa Cruz…

O restaurante Los Menceyes, com a já famosa Aula de Cozinha do Mencey, é um ponto de encontro de locais, personalidades da sociedade de Tenerife, empresários e gente que deseja desfrutar de uma experiência gastronómica especial, celebrar um aniversário ou organizar o seu casamento ou um evento de trabalho.

Outra aposta diferente, que também se apresenta como uma tendência clara no segmento dos hotéis de luxo, é a da cadeia Vincci Hotéis. Neste caso, mantém-se a exclusividade e centra-se a aposta sobretudo nos resorts de grandes dimensões, com uma ampla diversidade de serviços em locais tradicionais de férias alto nível, bem-estar e turismo de golfe, que são elementos desde sempre associados aos hotéis de 5 estrelas em Málaga, Maiorca ou Ibiza.

Mas esta cadeia possui vários segmentos e, quase em direção contrária, oferece-nos um exemplo de outra forma de desfrutar de férias de luxo, muito mais ligada a uma atenção personalizada, aos pequenos pormenores, mais intimista… Trata-se do hotel em Benalmádena com spa e gastronomia, comercializado sob o nome de Selección Aleysa Boutique & Spa, e que, precisamente, é um hotel com poucos quartos, com serviços muito pensados e escolhidos com precisão para um ambiente requintado.

Falar de luxo também é falar de capitais pois é bastante comum – e cada vez é-o mais – que os hotéis mais requintados de uma cadeia se localizem em grandes cidades. Assim, por exemplo, um dos máximos expoentes do alojamento de luxo no Iberostar – apesar de ser uma cadeia muito orientada para destinos de férias de praia – é um hotel no centro de Budapeste, muito dirigido para o cliente business e a todos aqueles que viajam em busca de escapadelas urbanas cómodas e que primem pela localização.

Também os hotéis no centro de Madrid estão muito vinculados ao segmento business, contudo a tendência para 2016 neste tipo de alojamentos é a de aprofundar os serviços que oferecem algo mais aos clientes que decidem neles ficar alojados. Os hotéis com terraços em Madrid criaram uma verdadeira rota de visita obrigatória e algo semelhante sucede com os hotéis com restaurante em Serrano, Las Cortes ou a Porta do Sol, que se transformaram numa referência gastronómica de alta cozinha. De facto, cada vez é menos surpreendente ver à frente das cozinhas destes hotéis de luxo em Madrid grandes chefs e eminências culinárias. Isto acontece também nos principais hotéis de 4 estrelas em Bilbao, Barcelona, Valencia e Sevilha: os hotéis mais requintados abrem-se à população local para se integrarem mais no destino, transformando-se, eles próprios, num destino, trazendo vida à cidade onde se localizam.

Os novos serviços que vão sendo incorporados continuam a ser os de bem-estar e wellness, ampliando técnicas, espaços, investindo em profissionais cada vez mais acreditados, combinando-os com serviços que tradicionalmente se entendiam como desporto básico… A gastronomia, como já se foi referido, é outro dos pontos a ter em atenção na altura de trabalhar esse nível superior de alojamento; os quartos de design, equipados com tecnologia de última geração (os hotéis em Madrid com iPad de cortesia são já uma realidade); os planos de lazer personalizados e geridos diretamente a partir do hotel, como se fossem um serviço de concierge, etc.

Os preços também ficaram mais moderados, equilibrados, de modo a que haja realmente uma boa relação qualidade-preço que compense o custo: inevitavelmente estes hotéis são caros, mas se tivermos em conta a diferença de preço comparativamente com hotéis de 3 estrelas compensa, na maioria dos casos, subir uma estrela e reservar um quarto num hotel de 4 estrelas em Madrid ou até num de 5 estrelas. O que temos de fazer é verificar a partir de onde queremos gerir reserva. Ou seja, habitualmente, para sermos práticos e rápidos, recorremos diretamente a sistemas de booking, mas, muitas vezes, sobretudo no caso de hotéis de categoria superior, as melhores ofertas para férias de luxo a bom preço estão nos sítios oficiais das cadeias ou, até, nos sítios individuais de cada hotel (embora seja verdade que ainda nem todos o têm).